paulinho moska - nunca foi tarde







ando pela rua a te chamar
mas na verdade, tanto faz
porque visto as frases que você me deu
mas elas não me servem mais

o que aconteceu com seu futuro que era o meu?
agora não adianta mais me responder
nem venha me dizer
quem passou do ponto onde era longe
e de que jeito era o certo
porque minha dor sempre se esconde
mas nunca sai de perto
o que aconteceu com meu futuro que era o seu?

eu não vou provar do seu antídoto
que me salva e me condena a me encontrar perdido
não preciso de você pra descobrir
que a estrada infinita que tenho que seguir
não leva a nada

começamos o fim... é assim
o melhor pra você, o melhor pra mim
eu não voltaria mesmo
e você não podia ter ficado aqui
nunca foi tarde

e hoje quando amanhece sol
abro a janela para a chuva
que coincidência: tua mão
não cabe mais na minha luva
o que aconteceu com o futuro que morreu?...
ou nunca existiu?
você nem olhou pras coisas que admiro
e nem me ouviu
mas era eu quem te chamava com meu último suspiro
o que aconteceu com o futuro que se perdeu?
nunca foi tarde

começamos o fim... é assim
o melhor pra você, o melhor pra mim
eu não voltaria mesmo
e você não podia ter ficado aqui
nunca foi tarde

1 comentarios:

magunchi dijo...

la imagen delata cierta confusión y un despelote de emociones :O al menos eso siento desde este lado de la compu.. capaz que fue uno de esos momentos memorablemente artísticos ;)
es como si resaltaran tus versos propios de toda esa maraña de ideas :O

bonito ese tema que elegiste.. no paro de escucharlo... me tranquiliza... y más ahora uqe lo necesito... mañana rindo :S

hasta las manooss!!! :O

jajaj

que andes bien ednazz :P

EXITOS!
beso!!

adioo!
maguiuiuu